Inovação na odontologia: tudo o que você precisa saber!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O desenvolvimento tecnológico evoluiu muito nos últimos anos — isso não dá para negar. Ele se expandiu para muitas áreas e, como você já deve ter percebido, não é diferente no caso da odontologia.

Essas medidas revolucionaram muitos aspectos do setor, alterando procedimentos, diagnósticos e tratamentos. Ainda assim, poucas pessoas sabem quais são as reais influências e os ganhos que a inovação na odontologia traz consigo. Se esse é o seu caso, então está no lugar certo.

Criamos um post completíssimo sobre o assunto e aqui vamos falar por que a inovação na odontologia importa, como funciona, quais são os impactos proporcionados e outras questões desse tipo. Se você quer ter as respostas para essas e outras perguntas, então venha conosco!

1. Por que a tecnologia na odontologia é importante?

A tecnologia vem ganhando cada vez mais espaço e hoje é parte indispensável da nossa vida. Se você não acredita, então pense por alguns segundos como é praticamente impossível realizar algumas tarefas cotidianas sem o auxílio que ela traz. Não tem como fugir: nos acostumamos com a praticidade e o conforto que ela nos traz.

No caso da odontologia, a realidade não é diferente. A inovação tem o poder de transformar a realidade dos consultórios e tornar os procedimentos mais rápidos e seguros e (muitas vezes) indolores. Veja abaixo outros impactos que ela pode trazer.

1.1 Promove um atendimento mais ágil

Os pacientes estão cada vez menos dispostos a esperar e isso sinaliza que as clínicas e os consultórios devem se movimentar para serem mais ágeis na prestação de serviço. A boa notícia é que a tecnologia pode ajudar muito nesse sentido, pois ajuda a tornar várias ações e processos mais ágeis e dinâmicos.

Esse é um resultado natural, já que a tecnologia ajuda na digitalização dos documentos, agendamentos de consultas de forma simplificada, confirmações automáticas e outras alternativas que tornam a experiência bem mais agradável.

1.2 Transmite mais segurança para o profissional e paciente

A tecnologia traz melhorias significativas para os dois lados (do profissional e dos pacientes). O dentista consegue fazer diagnósticos mais certeiros, consultar o cliente antes de algumas aplicações e realizar procedimentos e/ou tratamentos com mais facilidade. Tudo isso acontece de forma cada vez mais eficiente e menos invasiva!

O paciente, por sua vez, sente mais segurança em se submeter a tratamentos que trazem resultados de forma mais rápida e certeira. Quando isso acontece associado à ausência de dor, então ficam ainda mais satisfeitos e seguros.

1.3 Confere mais credibilidade para o profissional e a clínica

Você provavelmente já ouviu falar sobre a importância da primeira impressão, certo? Ela também funciona para os negócios. É muito importante que o profissional perceba que está em um ambiente confiável e nas mãos de um especialista com credibilidade.

E tem mais: a percepção do cliente costuma ser muito boa quando está em um ambiente tecnológico. Como percebe que o espaço conta com a ajuda do novo e está aberto para as inovações do setor, então acaba percebendo mais valor e associando tudo isso a um atendimento de qualidade. Interessante, não é mesmo?

1.4 Ajuda na divulgação da clínica de forma orgânica

A melhor forma de ter um negócio divulgado é por meio de pessoas que já vivenciaram e recomendam aquele produto/serviço. Pois bem, como falamos, não dá para negar que ter uma clínica bem equipada tecnologicamente ajuda muito na percepção de um bom atendimento, eficiência e modernidade do consultório.

Esse ponto ajuda na experiência e, por consequência, na divulgação do seu negócio. Se você tem interesse em se tornar uma referência, então não deixe de investir no encantamento dos clientes.

2. Como a tecnologia aplicada à odontologia funciona?

Depois de entender de forma um pouco mais abrangente a importância da tecnologia, é bom entender que ela pode ter aplicações mais específicas na odontologia. Muitas pessoas pensam que é uma verdadeira tortura se dirigir a uma consulta odontológica, pois os procedimentos foram associados por anos como algo complexo e doloroso (principalmente para quem não cuidava tão bem dos dentes, claro).

O que muitas pessoas se esqueceram é que essa realidade se alterou muito nos últimos anos, principalmente se considerarmos que os equipamentos evoluíram significativamente e as técnicas não ficaram para trás. Nós vamos trazer isso um pouco mais em detalhe no decorrer desta postagem, mas o escaneamento oral e a tecnologia 3D são ótimos exemplos de práticas que ganharam muito espaço.

Para quem não conhece, elas fazem com que seja possível fazer uma projeção completa dos dentes por meio de uma imagem 3D completa no computador, um ponto que faz com que eles sejam examinados de vários ângulos possíveis e torne os processos mais seguros.

O escaneamento oral é outra prática que ajuda muito. Nesse caso, uma câmera intraoral é inserida dentro da boca e capta todos os movimentos e traços do espaço. Ela ainda permite que o dentista simule a mordida e oclusão do paciente e assim consiga perceber qualquer inconsistência ou necessidade de correção.

Essa tecnologia ainda consegue projetar próteses no computador, compartilhar com o cliente e trazer para a realidade por meio de impressão 3D. Depois disso, o material é aplicado sobre os dentes naturais ou até mesmo em implantes. E engana-se quem pensa que é só isso! A tecnologia tem aplicações novas e recentes (e promete continuar se expandindo de forma cada vez mais acelerada).

3. Quais são os impactos da inovação na odontologia?

A inovação traz muitos impactos para a odontologia. Hoje é possível perceber um novo tipo de cliente, com um perfil mais conectado e que quer desfrutar de facilidades nesse setor também. Todo esse contexto impulsionou a procura por inovações e mudanças que vivenciamos hoje.

Para quem não sabe, a inovação envolve a exploração de novas ideias e soluções. Isso normalmente acontece por meio de pessoas que têm a capacidade de assumir novas óticas, sempre com o interesse de agregar valor para a empresa e atender os pacientes de forma superior.

É bom entender que nem sempre a inovação envolve uma entrega futurista e que vai revolucionar o mercado. Muitas vezes as entregas desse tipo têm um patamar menor, mas isso não faz com que deixem de ser inovadoras. Importante é estar atento e desenvolver uma nova solução que otimiza o dia a dia do seu consultório.

Investir nesse aspecto traz muitos ganhos e destacamos alguns abaixo. Conheça alguns deles e perceba sua importância.

3.1 Ajuda a estabelecer um processo de melhoria contínua

As inovações estão sempre melhorando a operação da clínica, então é natural que ajudem muito no processo de melhoria contínua. Como adiantamos, muitas das inovações melhoram os processos internos, otimizam o tempo, os resultados e vários outros pontos que ajudam muito nesse sentido.

3.2 Aumenta a visibilidade do negócio

A inovação também traz consigo a possibilidade de destacar o negócio e colocá-lo em outro patamar. Não dá para negar que essa é uma forma eficiente de ter visibilidade e atrair a atenção de pacientes e interessados.

3.3 Promove uma melhoria no atendimento e deixa a rotina com mais agilidade

As inovações também trazem um ganho muitas vezes intangível: a melhoria de experiência e atendimento. Esses pontos fazem com que a rotina aconteça de forma mais fluida, rápida e agradável para o paciente.

Ah, e nada de usar como desculpa que não existe inspiração ou habilidade para lidar com inovação. Todo mundo possui essa capacidade dentro de si para que esse lado funcione, desde que seja exercitado com frequência.

4. Quais são as principais inovações na odontologia?

Agora estamos chegando em um dos momentos mais esperados do post: algumas das principais inovações existentes em odontologia. Esse é o momento em que você vai conhecer com um pouco mais de detalhe quais foram as últimas entregas que repercutiram um pouco melhor no mercado odontológico.

4.1 CAM/CAD

Pode soar um pouco estranho saber de uma inovação tecnológica que tem algumas siglas no nome. Pois bem, essa é uma sigla em inglês para duas expressões: CAM — Computer-Aided Manufacturing (que significa Manufatura Assistida por Computador em tradução literal) e CAD — Computer-Aided Design (Desenho Assistido por Computador).

Essa inovação tecnológica é usada em diversos mercados e tem como objetivo realizar o desenho e a manufatura de várias coisas, como próteses dentárias, ferramentas e desenhos. De forma resumida, eles envolvem a capacidade de desenhar uma prótese no computador e, ao mesmo tempo, enviar o comando para uma máquina que vai fazer a manufatura do que foi projetado e transformá-lo em uma prótese pronta em poucos minutos (normalmente isso é feito por meio de impressoras 3D).

Ela é muito revolucionária, pois por muitos anos o processo foi bem diferente. A técnica (que ainda é presente na maioria dos consultórios) consiste em receber os moldes em modelos de gesso, realizar o escaneamento do objeto e enviar como imagem virtual para um software específico. Depois da consulta clínica, o profissional realiza a estratificação e cria próteses.

O problema disso é que nem sempre as próteses são muito fiéis, pois acabam esbarrando na limitação humana, que, mesmo sem querer, comete erros. A tecnologia do CAM/CAD torna tudo mais fácil, pois a digitalização é feita diretamente em seus pacientes. Os resultados são muito certeiros, pois não precisa contar com a dificuldade do paciente, perda de acurácia ou até mesmo uma mistura incorreta dos materiais odontológicos (pontos que podem afetar os resultados).

Para fechar, é bom entender que o dentista pode usar apenas uma das duas técnicas (só o scanner — CAD, ou ainda só a criação de próteses — CAM).

4.2 Check-up digital

Já adiantamos esse assunto, mas agora vamos entrar em uma visão um pouco mais detalhada. O check-up digital é um exame realizado por meio da captura de imagens com uma câmera intrabucal de alta definição que consegue aumentar a imagem em até 70 vezes.

As imagens obtidas oferecem muitos insumos para o profissional, o que é compreensível, já que é possível analisar o dente com mais facilidade. Uma infiltração, um início de cárie ou qualquer outro problema pode ser identificado com mais facilidade e garantir medidas preventivas de forma consistente.

E tem mais: as imagens visualizadas são mostradas ao paciente, um ponto que permite total transparência e segurança para ele. Depois do diagnóstico, o profissional pode fazer um laudo para apontar os problemas encontrados e as sugestões de tratamento. Convenhamos: muita comodidade, não é mesmo?

4.3 Cirurgia guiada

A cirurgia guiada é uma maneira inovadora de fazer implantes dentários. Nesse caso, utiliza-se um software de computador para planejar esse procedimento que é muito importante para algumas pessoas. Ela evoluiu muito e é feita hoje sem cortes ou pontos, um aspecto que faz com que o paciente tenha a oportunidade de sair da sala de cirurgia com um ou vários dentes.

Nesse caso, os implantes são posicionados com muito cuidado por meio de um procedimento virtual que traz mais precisão e segurança. A leitura e reprodução dos dados acontecem em três dimensões, outro ponto que faz toda diferença para aqueles que querem oferecer resultados melhores.

Depois dessa cirurgia virtual e guiada, então o dentista reproduz o procedimento na boca do paciente. Isso tudo acontece de forma minimamente invasiva e, de uma forma geral, instala a nova prótese ou dentes depois da conclusão dos implantes.

Vale lembrar que o método sem cortes oferece um ótimo custo/benefício, principalmente se considerarmos que reduz a medicação pós-operatória e aumenta a facilidade de recuperação. Ainda assim, depois da cirurgia, o paciente precisa ficar em repouso e garantir uma boa higienização aliada a uma dieta pastosa para ter uma boa recuperação.

4.4 Ultrassom cirúrgico

O ultrassom cirúrgico também ganhou espaço nos últimos anos e tem como objetivo realizar tratamentos de forma mais leve e menos invasiva. Foi dentro desse contexto de modernização que surgiu a cirurgia óssea piezoelétrica, também conhecida como ultrassom cirúrgico.

Ela é feita com instrumentos rotatórios ou cortantes e conta com a vibração ultrassônica para realizar as modificações que precisam ser feitas em ossos e/ou gengivas. Como você deve imaginar, ela não é indicada em todos os casos, mas pode ser de muita ajuda em opções como a extração do siso, cirurgias de enxerto ósseo, implantes e outras técnicas mais específicas.

A recuperação do paciente é consideravelmente mais fácil e tranquila com o ultrassom cirúrgico, pois o impacto é limitado e acontece apenas na região que precisa do tratamento.

E tem mais: a voltagem e frequência dele, por exemplo, faz com que seja possível fazer um corte seletivo apenas ao osso. Esse ponto pode parecer bobagem, mas preserva os outros tecidos, como bochecha, gengiva, lábios etc. Assim, fica mais fácil manter a anatomia muscular.

Além disso, o procedimento conta com outro diferencial: a vibração produzida promove um efeito conhecido como cavitacional. Esse resultado pode ser potencializado pelo spray de soro fisiológico e tem como objetivo irrigar e resfriar a região da incisão. Todo esse processo gera um campo livre de sangue, um aspecto que ajuda na visualização e na impossibilidade de o osso necrosar por aquecimento de temperatura. Isso tudo sem falar que diminui o barulho, a pressão e vibração, outras melhorias que são bem recebidas pelo paciente.

4.5 Nanopartículas

Entre as inovações no ramo da odontologia, não poderíamos deixar de abordar a nanopartícula. Ela surgiu inspirada na nanotecnologia, uma frente de estudos dedicada à manipulação da matéria em uma escala bem pequena (de 1 a 100 nanômetros). Ela pode ser usada em várias áreas e a odontologia se apropriou dela para trazer melhorias bem significativas.

Esse tipo de tecnologia ajuda na manipulação de átomos que são usados para estruturas maiores com a nova organização e disposição. Ele permite a criação de algumas particularidades físicas, químicas ou biológicas pelo fato de seus componentes estarem reduzidos à nanoescala.

Entre exemplos de usabilidade podemos destacar as resinas de alto polimento que apresentam brilho por mais tempo. Elas são mais resistentes à degradação na cavidade bucal, um ponto que ajuda muito a conferir uma longevidade maior para as restaurações.

Outra inovação nesse sentido é a criação de produtos odontológicos com ação bactericida. Eles foram capazes de interromper 85% dos processos de cárie (desde que não estivessem em um processo muito avançado de deterioração). Convenhamos: resultados impressionantes, não é mesmo?

4.6 DSD

Como você pode perceber, a demanda dos pacientes mais exigentes “forçou” a odontologia e se modernizar. A questão estética arrebatou corações e é fácil perceber que, além de dentes saudáveis, a maioria das pessoas sonha com sorrisos perfeitos e que tenham relação com suas características físicas.

A técnica DSD (Digital Smile Design) surgiu como uma resposta a isso tudo e revolucionou o tratamento em todo o mundo. Além de bons resultados, ela trouxe dois outros ganhos: otimizar o tempo de tratamento e, de quebra, permitir que o paciente participe do processo de mudança do sorriso. Por meio de radiologia digital, ele consegue saber como o sorriso vai ficar mesmo antes de iniciar o tratamento.

De forma resumida, esse processo envolve um planejamento personalizado para cada paciente, então traz consigo um trabalho mais humanista e focado na necessidade de cada um.

5. Qual a melhora no atendimento gerada pelas inovações?

As inovações que compartilhamos acima são alguns exemplos, mas não dá para negar que elas trazem melhora em diversas esferas — e o atendimento é uma delas.

Caso ainda não consiga perceber, pense como a digitalização de vários processos torna tudo mais rápido e fácil. Se antes o recepcionista ou o próprio dentista precisava ficar procurando a ficha de cadastro, hoje isso pode ser feito de forma bem mais rápida (e segura) por um computador ou até mesmo um sistema automatizado.

Isso sem contar que muitas vezes o paciente interage com um chatbot ou voicebot no atendimento (um robô que realiza o atendimento), seja para agendar uma consulta, confirmar ou ainda passar pela recepção. Eles estão cada vez mais robustos e com a possibilidade de solucionar demandas e aumentar a satisfação.

Somado a isso, a tecnologia ajuda a tornar o atendimento mais humanizado e dentro do que o paciente espera. Isso porque hoje existem formas eficientes de demonstrar como os procedimentos acontecerão, o que ele pode esperar como resultado e outros impactos que pode ter que passar.

O paciente também percebe que pode desfrutar de um atendimento personalizado e com decisões mais acertadas dessa forma. Para fechar, é sempre bom lembrar que existe a possibilidade de eliminar muito erro humano quando o processo passa a ser pautado por inovações e tecnologias.

6. Quais são os benefícios da tecnologia aliada à odontologia?

Para completar tudo que você precisa saber sobre o assunto, trouxemos abaixo alguns benefícios que a tecnologia pode trazer quando aplicada à odontologia. Veja abaixo.

6.1 Resultados certeiros

Os resultados podem ser atingidos de forma mais certeira quando os métodos empregados são tecnológicos. Isso porque as taxas de erro estão fortemente associadas à ação humana.

Portanto, explorar a tecnologia para ter mais certeza nos resultados, nos diagnósticos e nas formas de tratamento é a melhor forma de evitar medidas desnecessárias ou ainda ineficientes. É isso mesmo: fazer um tratamento e não conseguir finalizá-lo da forma correta (ou ainda realizar um procedimento que não precisava ser feito por um erro de diagnóstico) deve ser cada vez mais incomum.

6.2 Menores incômodos

As inovações tecnológicas também são desenvolvidas com uma pauta de promover uma melhor experiência para o paciente — e isso tem tudo a ver com a redução de incômodos e dores comuns durante os procedimentos.

Como as inovações apresentam um viés de estarem sempre focadas em fazer estritamente o que é necessário, trazem resultados nesse sentido. Esse ponto pode parecer insignificante, mas ajuda a diminuir os cortes desnecessários ou ainda realizações além das que foram planejadas.

6.3 Tratamentos eficientes

Os tratamentos também são cada vez mais eficientes. Como focam no que precisa ser feito, é fácil perceber que os resultados também aparecem com mais facilidade. Se você não acredita, repare um pouco no tempo que as pessoas ficam com os novos modelos de aparelhos ortodônticos e perceba como tudo acontece de maneira mais eficiente hoje em dia.

Esse é apenas um exemplo, mas não dá para negar que os tratamentos têm sim um viés mais eficiente e resolutivo agora que antigamente.

6.4 Maior conforto e comodidade

As inovações também estão preocupadas em soluções com mais conforto e comodidade. Seja por um procedimento que acontece de forma mais rápida e fácil ou por um aparelho que tem uma aparência discreta, é fácil perceber que esses dois aspectos também ganharam força.

Os procedimentos de hoje são mais seguros e exploram menores doses de anestesia, menor trauma cirúrgico e mais precisão. Tudo isso tem uma relação direta com comodidade e conforto para o paciente, pois a previsibilidade ajuda muito nesse sentido.

6.5 Altos índices de satisfação do paciente

Para fechar os benefícios, é importante destacar os índices mais altos de satisfação de pacientes que passaram por procedimentos mais tecnológicos. Os pontos elencados acima trazem consigo um índice alto de satisfação.

Depois de ler este post completo com tudo que você precisa saber sobre a inovação na odontologia, fique atento e incorpore algumas delas ao seu consultório. Além de melhorarem muito a qualidade do seu trabalho, opções desse tipo vieram para ficar e vão revolucionar o relacionamento entre dentistas e pacientes!

Quem não quer ficar para trás precisa estar atento a todas as movimentações de mercado. Para ficar mais por dentro das novidades do setor, assine a nossa newsletter e receba as dicas diretamente no seu e-mail! Nos encontramos por lá!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Johnny Santana

Johnny Santana

Diretor Comercial Yller Biomateriais
postagens recentes

Deixe uma resposta

×