Restaurações provisórias: entenda a importância e como fazer
O apoio de um profissional especializado faz toda diferença no cuidado com os dentes, deve sempre estar antenado e conhecer procedimentos para desempenhá-los com maestria.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quando o assunto é o cuidado com os dentes, não tem muito como fugir: o apoio de um profissional especializado faz toda diferença. Nada mais natural, já que os temas complexos exigem ainda mais atenção e conhecimento para serem feitos da forma correta.

Um exemplo disso são as restaurações provisórias, um trabalho um tanto quanto elaborado e que precisa de muito conhecimento. Justamente por isso, o profissional de odontologia deve estar antenado, e ainda, conhecer os principais procedimentos para desempenhá-los com maestria.

Se você quer continuar se capacitando e aprender — ou relembrar — o que precisa para fazer esse tipo de restauração correta, leia este post até o final e aprenda com esse conteúdo que produzimos especialmente para você! Vamos lá?

Entenda a importância das restaurações provisórias

As restaurações provisórias são necessárias para qualquer tipo de tratamento protético. Elas funcionam como um passo anterior ao da prótese definitiva e ajudam muito no sucesso da intervenção.

Justamente por isso, uma grande quantidade de tempo é separada para o procedimento, como confecção, cimentação, limpeza, remoção e reparação.

Segundo o dentista Wellington Luiz de Oliveira Rosa, “as restaurações provisórias são de extrema importância para acompanhar se o plano de tratamento está sendo efetivo, e/ou ainda, para auxiliar a determinar a forma e função da restauração final. Sendo assim, essa etapa do tratamento não deve ser subestimada, pois uma restauração provisória mal confeccionada pode comprometer o sucesso do tratamento”.

Conheça as funções das restaurações provisórias

  • Entre as principais funções podemos destacar a proteção da polpa, periodonto, adaptação cervical e contorno. Essa é uma forma de garantir uma estabilidade posicional com mais facilidade, um ponto que faz toda diferença considerando que ajudam a manter a estabilidade. Entre os principais objetivos podemos citar:
  • promover conforto e proteção pulpar;
  • promover o selamento coronário;
  • manutenção da estabilidade de posição e oclusão;
  • manutenção da saúde periodontal;
  • manutenção da estética;
  • fornecer informações de diagnóstico.

Saiba como realizar o procedimento corretamente

Depois de entender um pouco melhor a importância e as funções das restaurações provisórias, então é bem provável que esteja se perguntando como fazer o procedimento corretamente, certo?

De um modo geral, elas podem ser feitas de forma direta (no próprio consultório) ou indiretamente (confeccionada no laboratório).

Wellington Rosa também fala sobre isso: “No caso direto, os materiais mais usados são resina acrílica (PMMA) e resina bisacrílica, como a YProv Bisacryl da Yller. Além disso, é bom ter atenção para a diversidade de técnicas que existem para esse procedimento, um ponto que ajuda, pois, o dentista pode seguir conforme sua preferência e habilidade”.

Somado a isso, é bom considerar a vitalidade do dente e o tipo de restauração que precisa ser feita. Conheça os principais procedimentos abaixo.

Restauração provisória direta utilizando resina acrílica pela técnica de reconstrução e escultura direta

  1. isole com gel hidrossolúvel o dente que irá receber a restauração provisória e os dentes vizinhos;
  2. manipule a resina acrílica quimicamente ativada pela técnica de saturação. Esse passo envolve saturar o pó com o monômero (líquido);
  3. com a resina em estado plástico (não apresentar mais fibrilas), faça um cubo ou cilindro com os dedos, posicione sobre o dente preparado e adapte-o ao preparo;
  4. solicite que o paciente oclua para registrar a face oclusal do antagonista;
  5. remova e reposicione o bloco de resina acrílica do dente e, após aproximadamente 3 minutos, remova o bloco da boca e deixe imerso em água morna durante 5 minutos;
  6. demarque o término cervical, remova os excessos com broca e realize a escultura da provisória utilizando, como referência, as impressões dos dentes vizinhos e antagonista deixadas na resina acrílica;
  7. reembase o término cervical da provisória com resina acrílica pela técnica do pincel (técnica de Nealon);
  8. avalie a adaptação e oclusão da provisória e faça os ajustes necessários;
  9. siga para o acabamento e polimento da restauração;
  10. cimentação da restauração provisória com cimento temporário, como o Provyzone da Yller.

Restauração provisória direta utilizando resina bisacrílica

  1. confeccione um molde com silicone de adição, como o prévia à preparação do dente, ou obtenha o molde a partir de um modelo com enceramento diagnóstico;
  2. prepare o dente;
  3. preencha o molde com resina bisacrílica, como a Yprov Bisacryl da Yller, e insira na boca por dois minutos;
  4. remova a resina do molde e remoção dos excessos;
  5. recoloque a resina na boca e verifique a adaptação;
  6. se necessário reembasamento, realize com resina flow, como a Yflow da Yller;
  7. finalize com a cimentação com cimento temporário, como o Provyzone da Yller.

Descubra a relevância de trabalhar com produtos de qualidade

Pois bem, como você pode perceber, o processo não é feito de qualquer forma. Se você é o tipo de dentista que sonha com resultados ainda melhores, então além de o procedimento em si, precisa ter atenção para os produtos que usa. Aqueles que contam com qualidade superior ajudam muito, então não abra mão disso.

Para Wellington, esse ponto faz toda diferença nos resultados. “No momento de decidir qual material utilizar, o profissional deve levar em consideração a facilidade de manipulação e o resultado estético desejado. Além disso, o material de restauração provisória deve, idealmente, apresentar pouca contração de polimerização, apresentar propriedades mecânicas, como resistência ao desgaste, dureza superficial, adaptação marginal, não ser tóxico, e oferecer possibilidade de reparo e polimento”.

Considerando tais aspectos, ainda que historicamente as resinas acrílicas (PMMA) sejam as mais populares e amplamente utilizadas, nos últimos anos as resinas bisacrílicas, como a YProv Bisacryl da Yller, tornaram-se cada vez mais aceitas e utilizadas.

Cuidados com o procedimento

Quem quer saber que tipos de cuidado adotar para realizar as restaurações provisórias com maestria precisa ter atenção à adaptação cervical. Quando ela é feita com o contorno e perfil de emergência adequado, então permite que os tecidos periodontais sejam mantidos saudáveis.

Além disso, a manutenção de pontos de contato proximais apropriados faz com que que o paciente possa higienizar a região com facilidade.

Para fechar, é muito importante dar atenção para o selamento coronário. Ele deve ser feito para promover a proteção da polpa e assim prevenir a sensibilidade dentária.

Para isso, a coroa deve estar bem adaptada para o preparo, pois vai receber uma cimentação fina. O cimento temporário também deve ser de boa qualidade, como o Provyzone da Yller, tendo em vista que restauração permaneça cimentada até a próxima consulta.

Depois de ler este post completo sobre a importância das restaurações provisórias, use as nossas dicas para garantir um procedimento bem feito no seu consultório. Lembre-se que o conhecimento aliado a técnica e ao uso de materiais de qualidade faz toda diferença, portanto, não abra mão de nenhum deles!

Se você quer mais informações sobre os nossos produtos, então entre em contato conosco agora mesmo. Contamos com as melhores opções para você.  

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Fabrício Ogliari

Fabrício Ogliari

Diretor Yller Biomateriais
postagens recentes
Impressão 3D
Johnny Santana

Dicas YLLER: Como obter sucesso na sua impressão 3D.

Cada vez mais encontramos a tecnologia presente na odontologia e o uso das impressoras 3D é crescente. Portanto, se você tem dúvidas de como realizar todo o processo de impressão 3D corretamente, aqui separamos alguns passos muito importantes para que tudo ocorra com sucesso. Leia!

Confira

Deixe uma resposta

×