Silicone de adição: o que avaliar para escolher a melhor opção?
Se você está em dúvida sobre o que considerar na hora de escolher o silicone de adição para suas moldagens, então está no lugar certo! Veja agora mesmo o que avaliar para escolher a melhor opção.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Se você é do tipo de dentista preocupado com os resultados que seus procedimentos podem trazer para os pacientes, então precisa saber que os materiais de qualidade influenciam (e muito) nesse sentido. Por mais que alguns pensem que esse seja um gasto desnecessário, não dá para negar que a escolha certa faz sim muita diferença!

Pensando nisso, vamos tratar neste post sobre o que considerar para realizar uma boa compra de silicone de adição. Ficou curioso e quer saber o que avaliar nesse momento? Então venha conosco e deixe as dúvidas para trás de uma vez por todas!

Afinal, quais procedimentos podem ser feitos pelo silicone de adição?

O silicone de adição ganhou ainda mais espaço nos últimos anos. Conhecidos como polivinilsiloxanos, eles são materiais de impressão elastoméricos que podem ser usados em diversos procedimentos clínicos. Sua principal aplicação é para a obtenção de moldes, como os silicones da Linha Scan da Yller, para posterior obtenção de modelos de gesso.

Engana-se quem pensa que essa é a única utilidade. Eles também podem ser utilizados para confecção de matrizes utilizadas para orientar o preparo dental, auxiliar na realização de restaurações diretas, confecção de restaurações provisórias ou confecção de mock-up.

O dentista Wellington Luiz de Oliveira da Rosa evidencia que existem finalidades que vão além dessas mais tradicionais.

“Um exemplo é a realização de registros de mordida, que necessita de silicones com menor tempo de presa, possibilitando a rápida obtenção do registro oclusal do paciente. Outra aplicação é para replicar a anatomia de um enceramento, por exemplo, utilizando uma matriz de silicone transparente. Por fim, é possível realizar restaurações indiretas no consultório, dispensando a necessidade de troquéis, utilizando um silicone de adição para confecção de modelos”, comenta.

O que avaliar na hora de escolher?

Depois de entender quais são as aplicações desse material, é bem provável que esteja se questionando sobre o que considerar na hora de escolher, certo? Veja alguns pontos importantes!

Analise a reputação do fornecedor do mercado

Se você quer mesmo acertar e escolher uma boa opção de silicone de adição, então não deixe de considerar a reputação de algumas marcas. Para isso, uma boa alternativa é conversar com outros dentistas, especialistas e proprietários de consultórios e/ou clínicas.

Como todos fazem uso desses materiais no seu dia a dia, são capazes de indicar os melhores fornecedores do mercado.

Seja criterioso quanto à qualidade dos materiais oferecidos

Como são usados durante os processos de moldagem, é muito importante considerar a qualidade dos produtos. Wellington destaca que um trabalho bem realizado envolve a obtenção de um molde preciso e de um modelo de estudo fiel — o que nem sempre é fácil de alcançar.

“É essencial escolher corretamente o material a ser utilizado e a técnica a ser empregada. Do contrário, caso o material apresente qualidade duvidosa, como estabilidade dimensional e fidelidade na reprodução não adequados, em vez de representar praticidade e otimização na prática clínica, seu uso pode resultar em necessidade de repetições de procedimentos, maior tempo clínico e atraso do tratamento”, afirma.

Considere a estabilidade dimensional

Existem uma série de técnicas que podem ser usadas quando o assunto é moldagem. É bom lembrar que não existe uma prática que seja superior, por isso o dentista deve seguir com a que tenha mais familiaridade ou que seja adequada para um caso específico.

Além disso, algumas técnicas contam com dois momentos — e isso exige o uso de consistências diferentes. Por isso é bom entender o quanto o material tem de fidelidade de cópia e estabilidade dimensional, sendo imprescindível o uso de um bom silicone de adição. Grande parte dessas propriedades superiores se deve ao fato de não haver formação de subprodutos durante o processo (um ponto que permite a criação de moldes mais perfeitos possíveis).

Procure se informar sobre a resistência ao rasgamento

Imagine-se desenvolvendo um molde e perceber que existem alguns rasgues e espaços vazios. Definitivamente a situação não está entre as mais agradáveis, não é mesmo? Por mais que o assunto não seja tão comentado, a realidade é mais comum do que muitas pessoas imaginam. A margem cervical, por exemplo, é a que conta com maior dificuldade para se obter os moldes perfeitos.

Quando o material tem baixa resistência ao rasgamento, a situação pode ser ainda mais difícil. Ela pode acontecer devido à inserção de pouco silicone, infiltração de fluidos intraorais ou até mesmo compressão insuficiente. Para não ter esse tipo de dor de cabeça, uma dica é analisar se existe (pelo menos) 0.5mm de possibilidade de expansão do sulco.

Pense na capacidade de cópia do produto

Quando estamos falando de uma moldagem, não tem como fugir: a cavidade oral vai ser copiada e refeita em outro material em etapa posterior. Justamente por isso, qualquer problema na moldagem pode refletir numa cópia inadequada. Uma moldagem bem-feita deve reproduzir todos os detalhes da boca.

Uma dica importante nesse sentido é usar materiais específicos para misturar melhor o produto e evitar as temidas bolhas. A pistola e ponta automisturadora são indispensáveis para aplicar o silicone de adição de forma consistente, e o modelo Automix da Yller é um dos melhores dele.

Procure por um bom atendimento oferecido pelo fornecedor

Imagine-se precisando entrar em contato com o fornecedor por diversos motivos e perceber que essa relação não é nada fácil? Um pouco decepcionante, não é? A situação não é nada agradável e pode trazer muito desgaste, principalmente em casos mais emergenciais.

Por isso, antes de fechar qualquer negócio, não deixe de analisar esse ponto também. Um bom atendimento a clientes é indispensável para quem quer ter um bom relacionamento com o fornecedor.

Por que optar pelo silicone de adição da Yller Biomateriais?

Se você ainda tem algum tipo de dúvida sobre que produto escolher, precisa conhecer a linha da Yller Biomateriais. Ela conta com opções para as mais diversas necessidades — um grande diferencial.

Vale lembrar que para escolher a melhor opção, o dentista deve considerar o caso e a finalidade de uso do silicone. Entre as propriedades mais importantes procuradas estão a estabilidade dimensional, fidelidade de cópia e tempo em boca para registro. Tudo isso é oferecido pela linha Yller!

A Linha Scan da Yller, por exemplo, foi projetada para obter moldagens de extrema precisão e estabilidade dimensional para cada caso específico. Somado a isso, a empresa também desenvolveu silicones de adição para uso em outras situações que necessitam de moldes precisos. O Scan Bite é um aliado para registro de mordidas, e o Scan Translux, o único translúcido da linha, é uma ótima opção para fabricação de matrizes para materiais fotopolimerizáveis.

Wellington também consegue perceber o diferencial da marca aliado ao conhecimento do profissional. “As opções de escolha de materiais mais adequados para cada técnica e cada caso são primordiais para que o dentista alcance os melhores resultados com a moldagem. Sabendo disso, um dos diferenciais dos silicones de adição da Yller é oferecer um produto ideal para cada procedimento ou técnica clínica específica, como o Scan Bite, Scan Monophase, Scan Die, Scan Translux”, comenta.

Depois de ler este post completo sobre o assunto e o que avaliar para escolher a melhor opção do silicone de adição, esteja atento no momento de contratar um novo fornecedor. Como você pôde perceber, alguns aspectos podem ser determinantes para alcançar os resultados tão esperados por seus pacientes.

Se você quer mais informações sobre os nossos produtos, então entre em contato conosco agora mesmo. Estamos preparados para atender às suas demandas com produtos de alto nível!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Patrícia Lameirão

Patrícia Lameirão

Analista de Marketing Yller Biomateriais
postagens recentes
Impressão 3D
Johnny Santana

Dicas YLLER: Como obter sucesso na sua impressão 3D.

Cada vez mais encontramos a tecnologia presente na odontologia e o uso das impressoras 3D é crescente. Portanto, se você tem dúvidas de como realizar todo o processo de impressão 3D corretamente, aqui separamos alguns passos muito importantes para que tudo ocorra com sucesso. Leia!

Confira

Deixe uma resposta

×