Humanização na odontologia: qual a importância e como implementar?
Deseja cativar ainda mais seus pacientes e atrair outros? Então, saiba o que é a humanização na odontologia e confira como aplicá-la nos atendimentos para ganhar a confiança do público.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O medo de ir ao dentista é uma das inseguranças mais comuns e ela pertence a pessoas de todas as idades. Por isso, os profissionais precisam estar atentos ao modo como atendem seus pacientes, sendo muito importante a prática da humanização na odontologia.

Além de minimizar a ansiedade e o estresse do paciente durante as consultas, essa medida ajuda a fidelizá-lo, pois é cultivada uma relação de confiança. A pessoa se sente valorizada e percebe que ali é bem atendida, então, prefere retornar a essa clínica.

Mas o que de fato é o atendimento humanizado? Como ele é aplicado na odontologia? Veja as respostas para essas perguntas e ainda confira algumas estratégias que você pode aplicar facilmente em seu consultório para cativar os pacientes. Continue lendo!

O que é humanização na odontologia?

Quando realizamos uma mesma tarefa de forma contínua, é natural que nossa postura acabe se tornando maquinal. No entanto, é preciso ter cuidado quando isso envolve pessoas, pois elas não gostam de ser tratadas como números.

A humanização na odontologia visa oferecer para os pacientes um atendimento sensibilizado, no qual suas inseguranças e seus medos são compreendidos e seus desejos respeitados. O profissional assume uma postura mais empática e procura cultivar um relacionamento próximo com ele.

É fato que a maioria das pessoas tem medo de dentista. Elas não gostam do ambiente do consultório, do cheiro, dos instrumentos, do barulho dos motores e até mesmo o jaleco branco desencadeia sintomas de ansiedade e estresse.

O intuito da humanização na odontologia é minimizar esse desconforto que os pacientes sentem e eliminar a impressão de que o dentista é algum tipo de carrasco. Assim, o modo como aborda a pessoa, escuta suas queixas e conversa com ela demonstra interesse por seu bem-estar, compreensão das suas dores e atenção aos seus desejos.

Afinal, quando há um problema e o indivíduo procura um profissional para ajudar na solução, ele espera ser acolhido, deseja sentir confiança e segurança. É desse modo que é cativado, aceita as recomendações do especialista, faz seus tratamentos e não sente medo de voltar. Passa a confiar em seu dentista e na clínica.

Como a humanização é aplicada na odontologia?

A humanização na odontologia é uma nova tendência que já vem sendo adotada por várias clínicas e profissionais. Ela está presente tanto no modo como os dentistas se relacionam com seus pacientes quanto nas técnicas e nos procedimentos adotados, até mesmo na decoração do espaço físico.

Isso porque a pessoa que chega ao consultório precisa ter uma boa impressão desde o primeiro contato. Ela deve se sentir bem naquele local, que não pode despertar sensações ruins, como medo e insegurança. Daí a necessidade de pensar em diferentes aspectos para aplicar a humanização.

Veja que isso acontece na odontopediatria. Perceba que clínicas que atendem crianças são, em sua maioria, um espaço diferenciado, mais colorido e que traz temáticas infantis. A sala de espera muitas vezes conta com brinquedos e outros acessórios que fazem a criança esperar a consulta com tranquilidade.

No atendimento em si, o odontopediatra procura usar técnicas menos invasivas e aplica estratégias que distraem a criança para que possa realizar o procedimento sem traumas para ela. É desse modo que o pequeno paciente tem seus dentes tratados, mas sem nenhum trauma.

A humanização na odontologia também está nos procedimentos estéticos, que visam aumentar a autoestima do paciente. Além de equilibrar a saúde bucal, o dentista ajuda a corrigir imperfeições e altera características que desagradam a pessoa.

Ela tem suas queixas ouvidas e sua opinião é levada em consideração. Mais do que um atendimento de saúde, o indivíduo tem uma atenção com seu bem-estar e percebe esse diferencial, sente que é tratado de forma personalizada, não como mais um.

Como implementar a humanização no consultório odontológico?

A boa notícia para quem deseja melhorar os seus atendimentos é que existem diferentes estratégias para aplicar a humanização na odontologia. Lembre-se de que é preciso pensar em todas as etapas do atendimento e procurar ao máximo fazer com que o paciente se sinta bem acolhido e seguro.

Veja a seguir algumas medidas que você pode adotar para implementar a humanização em seu consultório odontológico a fim de cativar a confiança dos seus pacientes e fidelizá-los.

Treine sua equipe

O primeiro contato que o paciente tem com a clínica odontológica é por meio da equipe, por isso, ela precisa estar bem treinada. É fundamental que saiba como recepcionar essas pessoas de maneira humanizada e de fato demonstrar interesse em solucionar os seus problemas.

Personalize seu atendimento

Um cuidado especial que devemos ter é não transformar pacientes em números. O atendimento não pode se tornar robotizado e as pessoas precisam perceber que são atendidas de forma personalizada, que há uma preocupação com seu bem-estar e sua satisfação. Procure sempre tratar os seus pacientes como seres individuais que são.

Pratique a empatia

Você somente conseguirá entender as queixas do seu paciente se procurar se colocar no lugar dele. A prática da empatia é fundamental, não para sentir pena de alguém, mas para realmente compreender o que a pessoa está sentindo, os impactos que isso provoca e adotar uma abordagem que esteja condizente com o modo como ela espera ser atendida.

Escute seu paciente

Antes de qualquer coisa você precisa escutar o que o seu paciente tem a dizer. Certamente ele chegará ao consultório com dúvidas ou reclamações e espera que você ajude a encontrar uma solução. Por isso, seja paciente e realmente atencioso para compreender o universo dessa pessoa e, então, saber o modo ideal de atendê-la.

Respeite os desejos do paciente

Nada mais desagradável do que entrarmos numa loja e perceber que o vendedor está tentando “empurrar” produtos que não queremos, não é verdade? Tenha cuidado para não fazer isso com seus pacientes ao oferecer procedimentos e tratamentos que ele não quer ou não precisa. Por isso a importância de escutar, praticar a empatia e ser ético.

Invista em tecnologia

Surgiram muitas inovações tecnológicas que hoje permitem praticar a humanização na odontologia com mais propriedade. Você precisa equipar o seu consultório com esses recursos, pois eles possibilitam realizar tratamentos mais rápidos, confortáveis e seguros, o que também é uma forma de cuidar do seu paciente e minimizar a ansiedade que ele tem.

Ao praticar a humanização na odontologia, você perceberá que os pacientes chegarão ao seu consultório muito mais tranquilos e abertos para suas recomendações. Além de tornar as rotinas mais agradáveis, você conseguirá fidelizá-los e eles contribuirão com a divulgação da sua clínica, pois quem é bem atendido sempre volta e recomenda para outros!

Gostou dessas dicas? Então, acompanhe outros temas interessantes como esse seguindo as redes sociais da Yller, que está no Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Johnny Santana

Johnny Santana

Diretor Comercial Yller Biomateriais
postagens recentes

Deixe uma resposta

×