Conheça os 8 principais tipos de especializações na odontologia
Pretende se especializar em algumas áreas da odontologia para alavancar sua carreira? Confira este conteúdo para conhecer as especializações que estão em alta no momento!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Entre tantos tipos de especializações na odontologia disponíveis atualmente, as áreas que estão muito em alta são as de estética. Isso porque cuidar do sorriso deixou de ser somente um assunto de saúde e se tornou fundamental para garantir a autoestima e o bem-estar das pessoas.

Além disso, muitos outros avanços no segmento da odontologia trouxeram novos procedimentos e materiais odontológicos, facilitando o acesso dos pacientes aos tratamentos em clínicas particulares.

Diante de uma realidade tão competitiva, é essencial que você, dentista, mantenha-se atualizado, buscando novos conhecimentos por meio de pós-graduações e MBAs. Neste artigo, você vai conhecer os tipos de especializações na odontologia mais indicados para se tornar um profissional multifuncional. Confira!

1. Cirurgia e traumatologia

Dentistas com esse tipo de domínio diagnosticam anomalias, lesões e traumatismos na boca, no rosto e no sistema de mastigação, como gengiva, mandíbula e maxilar.

Existem inúmeros outros ramos possíveis nessa área, como problemas de insônia e tratamento na articulação temporomandibular — especificamente a articulação da mandíbula com o crânio. É uma opção muito promissora para quem deseja realizar cirurgias mais complexas.

Essa especialidade também avalia a manifestação de cistos maxilares, tumores benignos e malignos, e lesões causadas por fungos e vírus, como AIDS, sífilis e tuberculose.

2. Ortodontia

A ortodontia é um dos segmentos mais populares. Ela é responsável pela reparação dos dentes por meio da utilização de aparelhos ortodônticos. Com a dentição e os ossos maxilares posicionados corretamente, o sorriso fica mais belo e diversos problemas são eliminados, como dores provocadas pela mastigação desalinhada e dificuldades durante a limpeza oral.

3. Odontopediatria

Essa área cuida de problemas bucais em bebês, crianças e adolescentes. Atua com a prevenção, o diagnóstico, controle, e tratamento de alterações que comprometem, de modo geral, a estrutura bucal desse perfil de paciente desde o nascimento dos dentes de leite.

Se você for tranquilo, alegre e espontâneo, essa área é ideal para você. Para obter sucesso, invista em decorações atrativas para distrair os pequenos do foco principal, que são os procedimentos odontológicos.

4. Odontologia estética

Indicada estritamente para a beleza do sorriso, a odontologia estética prepara o dentista para aplicar técnicas que estão em alta, a fim de corrigir imperfeições na coloração, na forma e no posicionamento dos dentes.

Os itens que mais se destacam são os seguintes.

4.1. Facetas de porcelana

São utilizadas para corrigir os dentes. As facetas de porcelana deixam o sorriso mais branco e alinhado.

4.2. Lentes de contato dental

Popularmente conhecidas como lentes de contato dental, elas são semelhantes às facetas de porcelana ultrafinas, contendo uma espessura de 0,2 mm. Seu principal benefício é não ter de “lixar” os dentes para fixá-las.

4.3. Clareamento dental

É uma das técnicas mais antigas e comuns. Ela foi desenvolvida para restaurar a brancura e a luminosidade dos dentes, que escurecem com o passar do tempo por causa da ação de alimentos com pigmentação excessiva, como café, chá-preto e açaí.

4.4. Correção da gengiva

Tanto a falta quanto o excesso de gengiva pode causar desconforto na hora de sorrir. Para solucionar o primeiro problema, é aplicado um enxerto. Já para o segundo, é realizada uma cirurgia, com raspagem da pele, a fim de deixar os dentes mais à mostra.

4.5. Alongamento dos dentes

O procedimento é indicado quando um dente (ou vários) não está alinhado com os outros. Basta aplicar lâminas de cerâmica para corrigir seu formato e tamanho.

5. Estomatologia

A manutenção de um sorriso não ocorre somente nos dentes. São diversas as armações que compõem a boca, e algumas doenças podem prejudicá-las. Essas moléstias podem ser de origem bacteriana, imunológica e viral.

Para solucionar esse problema, a estomatologia faz a prevenção, o diagnóstico e tratamento de patologias da cavidade bucal.

Também é possível descobrir previamente casos de câncer e oferecer assistência durante o processo de cura do paciente. O objetivo é diminuir os efeitos colaterais da quimioterapia e da radioterapia.

6. Periodontia

O profissional em periodontia cuida das armações que ficam em volta dos dentes, como gengivas, ossos e ligamentos. Essa atividade é voltada para o tratamento de enfermidades que se manifestam nessas armações, a fim de eliminar o seu agravamento, bem como a proliferação de inflamações bacterianas.

Com essa especialização, é possível tratar gengivites e periodontites, a fim de evitar a perda óssea e dos dentes, garantindo a saúde bucal do paciente.

Nessas situações, o periodontista realiza uma higienização profunda, chamada de raspagem. Dependendo da gravidade do quadro clínico, é necessário aplicar anestesia local a fim de deixar o procedimento indolor, uma vez que os utensílios têm contato direto com os nervos dos dentes.

7. Implantodontia

Com inovações constantes na área, a implantodontia é uma das especializações mais prósperas em odonto. As especialidades desse profissional são: fazer cirurgias, alinhar o tecido ósseo e implantar próteses, que podem ser fixa, removível, total ou sobre implante.

7.1. Fixa

Comumente chamada de “coroa” ou “ponte”, ela é aplicada em casos de pacientes que perderam seus dentes, mas que ainda contêm raiz.

7.2. Removível

É recomendada para pessoas que perderam dentes intercalados, e consiste em uma armação com a dentição faltante.

7.3. Total

Também conhecida como dentadura, é indicada para pacientes que perderam todos os dentes.

7.4. Sobre implante

Quando um dente é perdido por inteiro, é necessário colocar outro elemento no local para evitar que os outros se movam. Para isso, é colocada uma estrutura para ocupar o espaço vago. Depois, é fixada uma prótese, que ficará no lugar do dente antigo.

8. Radiologia odontológica e imaginologia

Essa especialização permite utilizar procedimentos radiográficos intra e extrabucais para a interpretação e o fechamento de diagnósticos. Também é possível elaborar laudos que servem de apoio para os demais profissionais de odonto.

Em relação ao campo de trabalho, a radiologia odontológica e imaginologia capacita para o uso de softwares especializados, bem como permite atuar em consultórios e centros de diagnóstico por imagem.

Como você pôde ver ao longo deste texto, os tipos de especialização na odontologia abrangem várias possibilidades. Com as opções citadas acima, você certamente encontrará a área ideal para o seu perfil, o que permite fidelizar pacientes, aumentar os ganhos financeiros e melhorar sua carreira como dentista.

Mas lembre-se: ao investir em sua nova formação, escolha uma instituição de ensino renomada. Assim, você garante um futuro grandioso com sólidas perspectivas de sucesso.

E então, o que achou deste artigo sobre os tipos de especializações na odontologia? Aproveite essa oportunidade e siga nossas redes sociais para ficar por dentro de novidades. Estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Johnny Santana

Johnny Santana

Diretor Comercial Yller Biomateriais
postagens recentes

Deixe uma resposta

×