Prototipagem em odontologia: como funciona e quais são as vantagens?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quando falamos em protótipos, essa tecnologia fica muito associada ao setor industrial; no entanto, ela também é aplicada nas áreas de saúde. Hoje, a prototipagem em odontologia possibilita realizar tratamentos mais rápidos, eficazes e seguros.

A aplicação desse recurso para tratamentos odontológicos surgiu recentemente, mas diversos benefícios já foram alcançados com o seu uso. Pesquisas e estudos não cessam, trazendo cada vez mais inovações que facilitam o trabalho do profissional e aumentam a satisfação do paciente.

Como esse campo é novo, ainda existem muitas dúvidas sobre a aplicação da prototipagem nos consultórios odontológicos, e foi por isso que preparei este artigo. Continue lendo para entender ao certo o que ela é, como funciona, como é aplicada na odontologia e as vantagens que apresenta.

O que é prototipagem e como ela funciona

Em décadas passadas, a construção de protótipos era feita por meio da modelagem direta de materiais, mas com os avanços tecnológicos isso passou a ser realizado com o auxílio do meio digital. Agora os projetos são desenvolvidos em computadores por meio de softwares específicos que possibilitam aplicar a técnica de prototipagem rápida.

Ela consiste em construir uma estrutura a partir dos dados tridimensionais obtidos por meio de um projeto digital. Ou seja, conseguimos criar um objeto físico com base em um modelo desenvolvido em computador.

Isso é possível em função das técnicas de impressão 3D. Os dados registrados no computador são enviados para uma impressora, que cria a estrutura camada por camada, seja inserindo material ou modelando um bloco, por exemplo.

Por isso, não existem limites de design ou dimensionais, sendo possível recriar, no meio físico, aquilo que desenvolvemos no projeto digital. O resultado é totalmente fiel a esses dados e informações, obtendo-se grande riqueza de detalhes e uma alta precisão.

Os projetos podem ser desenvolvidos por meio de programas de modelagem sólida, como o CAD, ou pela conversão de arquivos de imagem obtidos por um scanner 3D ou tomógrafos. É por isso que a técnica pode ser aplicada em diversas áreas, e também utilizamos a prototipagem em odontologia.

Como usar a prototipagem em odontologia

É possível aplicar a prototipagem em odontologia pelo fato de que os softwares permitem trabalhar com imagens capturadas, conforme explicado. Assim, o dentista consegue inserir no meio digital imagens da cavidade bucal capturadas por um scanner intraoral, além dos resultados de uma tomografia ou radiografia.

Desse modo, ele analisa em detalhes a anatomia do paciente e os problemas que apresenta, então, desenvolve um projeto que atenderá suas necessidades. Isso é feito trabalhando as características da pessoa para se chegar ao resultado desejado e definir qual é o tratamento ideal em cada caso.

Por meio da prototipagem rápida o especialista também pode planejar com mais cautela uma cirurgia. Ele tem a oportunidade de imprimir um modelo fiel à anatomia do paciente, assim, estuda a melhor forma de aplicar as técnicas cirúrgicas para minimizar as chances de complicações, erros e favorecer a recuperação.

Para usar a prototipagem em odontologia, os profissionais precisam incorporar as tecnologias digitais em seus consultórios. É necessário fazer a captura de imagens e transferir para o meio digital a fim de fazer o planejamento do sorriso.

Em seguida, essas informações são enviadas para a impressora ou para um laboratório que trabalhe com a impressão 3D. Desse modo, são criados os modelos, guias cirúrgicos ou as próteses, conforme o tratamento que será realizado.

Procedimentos realizados com essa técnica

Diversos tratamentos podem ser otimizados com o uso da prototipagem em odontologia. Sempre que existir a necessidade de fazer um planejamento para definir qual será a melhor abordagem, é possível aplicar essa técnica. Basicamente ela é utilizada para confecção de próteses e modelos anatômicos em procedimentos como:

A prototipagem rápida cria os modelos estruturais para análise, estudo e definição do procedimento, bem como confecciona as próteses que serão utilizadas para reabilitação funcional e valorização estética do sorriso.

Vantagens da prototipagem na odontologia

Utilizar a prototipagem rápida na odontologia oferece vantagens tanto para o profissional quanto para seus pacientes. Listamos a seguir algumas das principais para que você entenda por que é interessante implementar essa tecnologia em seu consultório. Confira!

Redução do tempo do procedimento

Perceba que, na prototipagem em odontologia, são utilizados recursos digitais para planejar o tratamento, e os modelos são confeccionados com o auxílio de uma impressora 3D. Por isso, são necessárias menos consultas para alcançar os resultados desejados, reduzindo o tempo de duração do procedimento em suas etapas e execução.

Aumento da previsibilidade das cirurgias

A confecção de guias cirúrgicos e modelos anatômicos possibilita planejar as cirurgias com mais detalhes. Desse modo, as estruturas bucais e faciais do paciente são estudadas em detalhes e as ações definidas com base nessas características. Assim, aumentamos a previsibilidade dos resultados e minimizamos as chances de erros e os riscos para o paciente.

Segurança para o paciente e profissional

Conforme citado no item anterior, principalmente na realização de cirurgias, a prototipagem em odontologia aumenta significativamente a segurança para o paciente e o profissional. Afinal, é realizado um planejamento que guiará as ações e permitirá um tratamento mais tranquilo.

Resultados funcionais e estéticos superiores

A impressora 3D consegue recriar com grande precisão e riqueza de detalhes o projeto desenvolvido em meio digital. Ela permite a utilização de materiais mais estéticos, por isso, as próteses confeccionadas respeitam fielmente a característica e anatomia do paciente, além de terem uma aparência idêntica aos dentes naturais.

Aumento da satisfação do paciente

Por tudo isso, o paciente fica mais satisfeito com o atendimento que recebeu e com os resultados que alcançou. Isso se reflete na credibilidade do profissional e possibilita a fidelização, além de atrair novos pacientes pela indicação daqueles que fizeram um bom tratamento.

A utilização da prototipagem em odontologia possibilitou modernizar os tratamentos e procedimentos; com isso, o profissional consegue alcançar uma produtividade maior ao mesmo tempo em que aumenta a qualidade do seu atendimento. Assim, ele coloca sua clínica em posição de destaque com um diferencial que chama a atenção do público.

Continue aprendendo sobre impressão 3D na odontologia! Veja este outro artigo que traz um guia completo sobre o assunto.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Johnny Santana

Johnny Santana

Diretor Comercial Yller Biomateriais
postagens recentes

Deixe uma resposta

×